Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ruído

ruído


relógio.

por Joana Raposo Gomes, em 05.04.17

Encosto a cabeça no fio

tenso, dirigido.

E com que fim?

 

Encosto os olhos no vidro,

bem perto

com visão esfumada em aguarela.

Espreitando, vendo, adivinhando... O quê?

 

Caminho em sapatos limpos

em chão polido,

em dias contados, programados.

Sôfrego caminhar apressado. Cansada

 

da doce ilusão de quem espera

Por quem, para quê?

Como quem adia com clareza

uma ilusão esperada.

 

Desesperado

sonhar, adiado, esperado, esfumado.

E com que fim?

 

Dias iguais...

Como quem busca

a paixão dos segundos, em que não sabendo nada

sabia s e N Ti r

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos